segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Dia do Saci !

31 de Outubro é o Dia do Saci !

Temos novidades no sítio do Sacisperto & Sacimeiga !

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Estrela, Estrela...

video

Música tão bonita, aqui neste arranjo de Alexandre Zilahi e com estes artistas,
se tornou ainda mais especial, delicada, envolvente... única !

http://www.zilahi.com.br/
http://www.youtube.com/results?search_query=zilahi%2055

domingo, 21 de agosto de 2011

Rodeio Não ! ! !

Você sabe realmente como são os rodeios ?
http://www.odeiorodeio.com/site/


segunda-feira, 1 de agosto de 2011

cool

video


F ront impressions

E xpanding softly

V ivid Harmony

E nchanting rhythm

R oots of Joy...





:~)

Clarice Villac
29/30.07.2011
pra interpretação de Jimmy da música 'Fever'

sábado, 18 de junho de 2011

Saraswati - a deusa das palavras


Quem escreve capta o instante –

bastou olhar

e uma torrente de palavras

se agita lá dentro

Daí...quando a gente está com o tempo disponível,

não dá para perder a chance.

A poeta, o poeta, são daquelas fadas

que se escondem nos jardins

só para comandar o bailado de borboletas multicores...

assim, nascem os seus textos...

Que Saraswati – a deusa das palavras, esteja conosco.

E que Deus ilumine sempre os nossos caminhos.


(texto adaptado a partir de mensagem do amigo Pedro Brasil Jr., que nos enviou a bela imagem de Saraswati)
16/18.06.2011
http://www.guardiaodoportal.blogspot.com/

quarta-feira, 13 de abril de 2011

A Velocidade da Alma

A velocidade da alma


Um viajante, ansioso para chegar logo ao seu destino no coração da África, pagava um salário extra para que os seus carregadores nativos andassem mais rápido. Durante vários dias, os carregadores apressaram o passo.


Certa tarde, porém, todos sentaram-se no chão e depositaram seus fardos, recusando-se a continuar. Por mais dinheiro que lhes fosse oferecido, os nativos não se moviam. Quando, finalmente, o viajante pediu uma razão para aquele comportamento, obteve a seguinte resposta:


"Andamos muito depressa e já não sabemos mais o que estamos fazendo. Agora precisamos esperar até que nossas almas nos alcancem".


________


foto : flor de maracujá jordanense, de Clarice Villac.

terça-feira, 22 de março de 2011

no ar ! Cantinho Literário SOS Rios do Brasil



Amigos,

para comemorar o Dia Mundial da Água

22.03.2011

convidamos a todos para visitar, conhecer o

novo blog

Cantinho Literário SOS Rios do Brasil

http://cantinholiterariososriosdobrasil.wordpress.com/

que está sendo preparado aos poucos, e está sendo lançado 'oficialmente' hoje !

Nasceu para reunir as 'artes' e funciona paralelamente ao

http://sosriosdobrasil.blogspot.com/

que é um Blog, idealizado e mantido pelo Professor e Ambientalista Jarmuth Andrade,
destinado a todos aqueles que estão preocupados com a má qualidade das águas dos rios e mares do Brasil.
Que buscam de alguma forma, através de atitudes proativas, recuperá-las, conservá-las e preservá-las
pela revitalização e renaturalização de nossos cursos d' água. Orientação e conscientização através da Educação Ambiental.

Já tem várias seções inauguradas, e outras em breve estarão no ar !

E vem aí o “I Concurso de Trovas : Dia Mundial da Água”.

Vamos nos juntar, e garantir a sensibilização e ação de todos,

em prol da qualidade de nossos recursos hídricos !

E vamos com Arte !

Conheça, deixe um comentário, divulgue, envie seus textos, desenhos, músicas...

Apresentação

Poesia

Prosa - Crônicas - Artigos

Imagens - Charges - Artes Plásticas

Links

Eventos


Aguardo vocês !

http://cantinholiterariososriosdobrasil.wordpress.com/


sábado, 12 de março de 2011

A defesa do poeta - Natália Correia


A defesa do poeta


- Natália Correia

Senhores jurados sou um poeta
um multipétalo uivo um defeito
e ando com uma camisa de vento
ao contrário do esqueleto

Sou um vestíbulo do impossível um lápis
de armazenado espanto e por fim
com a paciência dos versos
espero viver dentro de mim

Sou em código o azul de todos
(curtido couro de cicatrizes)
uma avaria cantante
na maquineta dos fel...izes

Senhores banqueiros sois a cidade
o vosso enfarte serei
não há cidade sem o parque
do sono que vos roubei

Senhores professores que pusestes
a prémio minha rara edição
de raptar-me em crianças que salvo
do incêndio da vossa lição

Senhores tiranos que do baralho
de em pó volverdes sois os reis
sou um poeta jogo-me aos dados
ganho as paisagens que não vereis

Senhores heróis até aos dentes
puro exercício de ninguém
minha cobardia é esperar-vos
umas estrofes mais além

Senhores três quatro cinco e sete
que medo vos pôs por ordem?
que pavor fechou o leque
da vossa diferença enquanto homem?

Senhores juízes que não molhais
a pena na tinta da natureza
não apedrejeis meu pássaro
sem que ele cante em minha defesa

Sou um instantâneo das coisas
apanhadas em delito de perdão
a raiz quadrada da flor
que espalmais em apertos de mão

Sou uma impudência a mesa posta
de um verso onde se possa escrever:
Ó subalimentados do sonho,
a poesia é para comer !
_________

*Natália Correia, poeta açoreano/portuguesa.

** poema enviado pelo amigo, poeta e artista plástico Rômulo Pinto Andrade - Brasília, DF :
"Ouvi Natália Correia na casa de Amália Rodrigues declamando esse poema num sarau em Lisboa com o amigo Vinícius de Moraes, 1968. Soberba."
http://pintoandrade.multiply.com

*** imagem : Natália Correia - Parque dos Poetas - Oeiras, Portugal
.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011